sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Reverso: tradutor, conjugador e corretor online


 


Serviço de tradução gratuito online em Inglês, , Francês, Espanhol, Alemão, Italiano, Russo, Português, Chinês, Tcheco, Romeno,  Hebraico e Japonês .

Ideal para traduzir ,  escrever ou corrigir um texto.

Apresenta alguns caracteres especiais, a saber:

 à â ç é è ê î ï ñ ô ù ü û ú

Um pouco da sabedoria chinesa:algo porque chorar



O presente texto foi extraído do livro "A Importância de Compreender", do escritor e filósofo  chinês Lin Yutang, que viveu na China entre 1895 e 1976.Textos chineses sempre são um convite à reflexão a todo aquele que quer passar por um upgrade como ser humano e este texto de Yutang não foge a regra.Sua conclusão me fez lembrar as reflexões do "homem do subsolo", de Dostoievski ("Pode um homem consciente respeitar-se um pouco sequer?" ou, ainda, algo tipo (não me recordo exatamente a frase): "pode alguém que já desceu ao subsolo ao menos uma vez, encontrar motivos para se orgulhar de si mesmo?"(subterrâneo no sentido de quem desceu nos seus próprios labirintos interiores).


O texto de chinês foi extraído, por Yutang do "Livro de Mêncio", filósofo chinês seguidor do Confucionismo, que viveu uns 300 anos antes de Cristo. Mais sobre ele você lerá no endereço abaixo (copie e cole na barra de seu navegador):

http://www.nova-acropole.pt/a_mencio.html

"Havia outrora, no Estado de Tsi, um homem que tinha esposa e concubina. Sempre que esse homem saía, regalava-se com carnes e vinhos, e, quando a esposa lhe perguntava com quem jantara, (dizia) sempre que com amigos ricos e nobres. Assim, a esposa disse à concubina: 
- "Sempre que nosso bom homem sai, aonde quer que vá, janta carnes e vinhos, e quando lhe perguntamos com quem jantou, sempre foi com 'amigos ricos e nobres'. Nunca vimos, porém, qualquer de seus nobres amigos vir em nossa casa.Vou espiá-lo e ver aonde ele vai".

Levantou-se ela cedo e seguiu seu bom homem onde ele ia. Em toda a cidade, ninguém falou com ele. Enfim, chegou ele à parte oriental fora da cidade, e mendigou  às pessoas que ofereciam sacrifícios (nos templos) que lhe dessem os restos; e, não ficando ainda satisfeito, foi mendigar a outras pessoas. Era assim que ele se saciava.

A esposa  voltou a casa e contou tudo a  concubina, dizendo:
- "Um bom homem é uma pessoa em quem quem confiamos para toda a vida. Mas é assim que o nosso bom homem se comporta". As duas mulheres começaram a injuriar o marido e se puseram a chorar no pátio.

O homem, tudo ignorando, voltou com suas tranquilas maneiras habituais e gabou-se como de costume. Do ponto de vista do cavalheiro, pouquíssimos são, em verdade, os que buscam poder, e glória, e riqueza, e de quem as esposas e as concubinas não têm de que se envergonhar, nem algo por que chorar."

Referência: A importância de compreender, de Lin Yutang
                  Círculo do Livro SA
Tradução: Milton Amado.
Edição: 1982