terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Conhecendo um pouco a dança búlgara


A Bulgária é um país com um folclore muito rico e lindo, no qual destaco, sobretudo, sua dança. Tive oportunidade de ver a dança do norte  e do sul do país em duas oportunidades: uma, na cidade de Shumen, localizada no norte (durante as festividades do seu aniversário, em julho de 2003) e outra em Sofia, a capital do país, onde - de brincadeira -  até ensaiei uns passos, sem sucesso: não levo o menor jeito para dança.

Descobri, nestes passeios, que a roupa folclórica do pessoal do norte do país tem o preto como cor predominante e a do sul, o branco. As músicas lindas, me emocionaram demais, já que possuo forte ligação com este país e este povo que adoro. Principalmente, sou muito ligada ao norte da Bulgária. Adoro suas cidades, que serão matéria de futuro post, principalmente a antiga capital do segundo reinado búlgaro - Preslav.

Voltando às danças, alegres, festivas,  elas não se parecem com as danças russas, embora, por ser a Bulgária um país eslavo, assim como a Rússia, as danças terão algo em comum, mas não ao ponto de guardarem estreita semelhança. Não posso dizer qual a mais bela: gosto demais das duas; deixo o julgamento para você, leitor amigo.
Espero que goste.

O grupo abaixo, com toda certeza, é do Norte do país. Se eu estiver errada, minha amiga búlgara, que com certeza verá o post, vai me corrigir. Mas até prova contrário, é do Norte. A indumentária típica não dá chance ao engano.




A dança do vídeo a seguir parece ser de algum grupo típico do sul. Saias brancas, aventais belíssimos.
Esta dança, em especial, me encantou demais. A agilidade dos dançarinos é incrível, seus movimentos magníficos.  

 

Finalmente, o mais impressionante: a dança sobre brasas. Tive a chance de assistir a este espetáculo em Sofia. Coisa única,inimitável, de tempos remotos. Trata-se da "Nestirnarstvo", um verdadeiro ritual sobre o fogo. Disse ritual por ser dançada no dia de  São Constantino e Santa Helena, santos da igreja ortodoxa. Na ocasião é feita a incensação dos ícones e dos "nestinaris", que são uma espécie de condutores do ritual.O ponto culminante é a dança sobre as brasas, acompanhada por tambores. Ninguém sai ferido. Saem do círculo de brasas caminhando normalmente. Eu não sei explicar o que acontece, de fato. Na minha opinião, talvez, uma auto-hipnose ou transe. Fica o ponto de interrogação, abafado pela admiração enorme. Estes búlgaros são fantásticos!



 A seguir, algumas fotos que fiz por lá:
Fotos dos 125 anos de Shumen


 Acima, eu e meu marido entre duas das dançarinas


 - Foto do ritual do fogo em Sofia:



Fontes:
-www.youtube.com
-Fotos do meu arquivo pessoal